,

A Natureza realmente cura?

Apesar de já haver citação anterior do termo Psicologia Ambiental por Brunswik em 1943, Kurt Lewin foi um autor importante na história do desenvolvimento ao introduzir a importância de se considerar a dimensão ambiental na psicologia sob seu olhar gestáltico. Carneiro; Bindé, 1997; Gifford, 1997.

Acerca da Psicologia Ambiental instituída como carácter de reforma íntima e harmonização integrada ao meio ambiente compartilhado ou relacionada ao microambiente individual, está registrada em acervos científicos que a bem definem como a inter-relação pessoa ambiente numa perspectiva de mútua influência, momento no qual podemos considerar conhecimento agregado a partir da existência humana. Aragonés e Américo, 2000.

No entanto, cabe ressaltar a importância das quatro dimensões da inter-relação pessoa-ambiente: física, social, cultural e temporal. Conferindo complexidade e dinamização aos níveis ambientais diversos. Moser, 2001. Leia mais

, , ,

Porque a Hipnose pode Ajudar na Aprendizagem

Já fazem mais de 30 anos que o cientista búlgaro, Dr. Georgi Lozanov, propôs através de suas pesquisas, um conceito chamado Sugestopedia. Por muitos anos, Lozanov tem sido conhecido como o o “pai da aprendizagem acelerada” por conta dos seus estudos e propostas inovadoras de como acelerar o processo de aprendizado através do que chamou de sugestologia, sugestopedia e psicoterapia integrada. A sugestopedia nasceu como um experimento do uso da sugestologia em pedagogia.


A teoria central da “Suggestopedia” é a aplicação de sugestões positivas no processo de ensino. Porém, esta teoria evoluiu para um modelo muito mais amplo, e ao ser melhorado, o foco passou a ser considerado em todo o processo de aprendizado. Ainda assim, o fato de que o uso de sugestões são consideradas, é comum haver confusão entre sugestopedia e hipnose. Entretanto, por mais que as bases sejam a sugestão, há diferenças no processo de produção e condução de cada uma das metodologias e técnicas.
Leia mais

, , , ,

Fisioterapia e Hipnose

A Hipnose no controle da dor tem sido um tema já há muito tempo estudado¹,²,³ além de comprovado a eficácia dentro da área. O trabalho com a dor é algo muito delicado, pois envolve contextos (cultural, interpessoal e de personalidade)³ que podem ajudar a diminuir ou aumentar sua sensação, já que a mesma é subjetiva. Pontuado essa subjetividade, volta-se a afirmar que o trabalho encima dessa temática torna-se possível.

Uma das áreas que trabalha de forma indireta e direta a dor seria a Fisioterapia e Terapia Ocupacional, sendo que é regulamentado o uso da Hipnose dentro de seu conselho, segundo a Resolução Nº 380/2010 do CREFITO. Muitas vezes os pacientes que chegam para os fisioterapeutas estão em sofrimento, seja pelo fato de recuperação de uma cirurgia, acidente ou diversos outros fatores. Leia mais